Salvador, 19 de Fevereiro de 2018

Renato Passos de Oliveira

Renato Passos de Oliveira

(19 Agos 1923 - 09 Fev 2009)

Chegou em Morro do Chapéu em 1951 como promotor público. Posteriormente, passou a atuar como advogado, trabalhando em Morro do Chapéu, Irecê e Salvador.

Foi vereador em Morro do Chapéu e em Cafarnaum, além de ter sido um dos fundadores e professor do Colégio N. S. da Graça. Ocupou o cargo de Delegado Regional em Itaberaba e Jacobina.

Foi candidato a prefeito em 1953, concorrendo com Dantas Brito. No período de 1989 – 1993 ocupou o cargo de vice-prefeito na gestão de Virgílio Ferraz.

O seu casamento com Eliete Gomes de Oliveira ocorreu em 01 de Maio de 1952 e teve os seguintes filhos:

Joaquim Esmeraldo Gomes de Oliveira casado com Angela Maria Sá; Maria Cícilia de Oliveira Cardoso casada com Antônio José Cardoso; Renato Passos Filho casado com Catarina Failhace Oliveira; João Gomes Passos de Oliveira casado com Adriana Maria Almeida de Oliveira



Dr Renato Passos de Oliveira

Octaviano Oliveira (15.01. 2018)

DR RENATO PASSOS DE OLIVEIRA

O Dr. Renato Passos de Oliveira nasceu no dia 19 de agosto de 1923 na cidade de Inhambupe/BA. Formou-se em Bacharel em Direito na UFBA e foi nomeado para Promotor de Justiça em 1951 para Comarca de Morro do Chapéu, cargo que depois abandonou para exercer a advocacia nas cidades de Morro do Chapéu, Irecê e Salvador. Exerceu a função de Delegado Regional da Polícia Civil em Jacobina e Itaberaba, tendo acompanhado o caso da morte do renomado arquiteto Lino Levi ocorrida no ano de 1965 no Morrão, e ainda foi Delegado-Chefe da Primeira Delegacia de Salvador. Além desses cargos, foi chefe da “Operação Irecê”, órgão criado à época pelo Governo do Estado da Bahia para incrementar e desenvolver a agricultura naquele município.

Na política local fez parte das fileiras da UDN, aliando-se ao Padre Juca, Odilon Gomes, Tolentino Guimarães e outros udenistas, por cuja legenda disputou o mandato de prefeito nas eleições de 1954, tendo sido derrotado por Dantas Brito. Trabalhou para a emancipação de Cafarnaum, de cujo município foi vereador na sua primeira legislatura. Foi ainda, candidato a vice-prefeito em dois pleitos de Virgílio Ferraz Ribeiro Virgílio tendo sido eleito para o mandato de 1989 a 1993

Como cidadão e dono de uma oratória irretocável, participou de algumas diretorias da Sociedade Filarmônica Minerva como membro do Conselho Jurídico e Orador. Atuou também no segmento esportivo da cidade como atleta, jogando pelo time do Ideal, na seleção morrense e na equipe do Colégio Nossa Senhora da Graça. Fez parte do grupo de cidadãos que fundou o Ginásio, hoje Colégio Nossa Senhora da Graça, do qual foi professor por alguns anos.

Casou-se em 01 de maio de 1952 com a professora Eliete Gomes de Oliveira, filha do comerciante, ex-prefeito e chefe político João Gomes da Rocha, com quem teve quatro filhos. Finalmente, fixou residência em Salvador onde faleceu no dia 09 de fevereiro de 2009.

FONTES:

Livro “92 anos de História – Sociedade Filarmônica Minerva”. Edição Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia. Salvador: Editora Gráfica da Bahia, 1998

Site: www.adourado.com.br;

  • Dr. Renato Passos e sua esposa Eliete na festa do Divino e de São Benedito

Comentários enviados

Joaquim Augusto Campos de Oliveira
Joaquim Augusto Campos de Oliveira em 29/01/2014 às 19:12:53 disse:

Caro Sr. Necessário informar que este Sr. descende dos Cavalcanti por parte de mãe (Ana Passos Cavalcanti de Oliveira) e que nasceu em InhambupeBa. e seu irmão mais velho era meu pai (Esmeraldo Joaquim Oliveira) e com muito orgulho sou seu sobrinho. Colabore com a arvore genealógica desta família em www.mundia.com.br postada por NCOlSSEN

Utilize o espaço abaixo para contribuir com informações, sugestões, elogios ou críticas ...

Sua mensagem será moderada antes de aparecer para o público.


(Obrigatório)
Este campo é obrigatório.Formato de e-mail inválido.

Desenvolvido por Éder Lima